sexta-feira, junho 29, 2007

Quero virar escritor de novela!


Você está desempregado ou, assim como eu, insatisfeito com a sua profissão? Que tal virar autor de tele-novela? O campo é vasto e tende a crescer, afinal hoje até a inexpressiva TVJB (antiga CNT) produz a sua!

O trabalho é bem fácil. Ao começar a escrever saiba que não existe novela sem história de amor. As maiores audiência são daquelas bem melosas e antiquadas, com diversas idas e vindas do primeiro casal apaixonado, com vilões fazendo de tudo para separá-los. Tome o cuidado para deixar o bem e o mal muito bem delimitados, os mocinhos não podem fazer qualquer maldade, por menor que seja, e nunca podem, sequer, cogitar ter o menor apego ao dinheiro, devem acreditar que o amor é o início e o fim de tudo. Por exemplo, nessa novela que acaba de começar, "Sete Pecados", o eterno pobretão bonzinho e galã, Reynaldo Gianechinni, num dado momento diz à sua sogra que "mais importante que o dinheiro é o amor", assim o autor pretende deixar bem claro a quem está assistindo, quem é o mocinho de sua história.

Não se esforce para trazer algo novo, pelo contrário, é obrigatório repetir o que os autores mais antigos vêm fazendo há décadas. Não inove! Fique no lugar comum! Faça com que o telespectador assista o primeiro, o segundo, o 17º, enfim, qualquer capítulo de sua trama e já saiba o que vai acontecer no final. Tenha sempre em mente que o público de novela não está interesado em raciocinar longamente sobre o que está assistindo. Não se preocupe, pois ao contrário do que seria de se esperar, esta previsibilidade ao invés de afastar, prende os fãs de uma novela típica no sofá. Tramas complexas? Bah, esqueça. Não deixe nada subentendido, tudo deve estar explícito ao telespectador. Se para entender alguma passagem da história ele tiver de raciocinar por mais de 5 segundos, não serve. Quando o telespectador quiser assistir algo que o faça pensar por tanto tempo, vai assistir ao seriado norte-americano "Lost" ou algo do tipo.

Outra vertente que pode ser seguida por um autor de novela, é matar um personagem na história, de preferência um vilão, e deixar para revelar o assassino somente no último capítulo. Você pode abordar também o filão das gêmeas idênticas na aparência física, mas completamente diferentes no gênio. Use e abuse destes artifícios, assim como quem não tem um grande vocabulário usa e abusa da expressão "use e abuse"... ah, e se você for chamado para escrever a próxima novela das 7 na Globo, não deixe de escrever cenas nas quais um bando de saradões se revezem nas aparições sem camisa.

A audiência vem minguando? Mantenha a calma, não entre em desespero, basta criar uma situação na qual o mocinho ou, melhor ainda, a mocinha da história - isso será menos chocante para o seu público - surre sem dó o vilão ou vilã. Outra possibilidade, é prever um flagra de adultério, mas tem de pegar os adúlteros na cama, senão perde um pouco do encanto. Por falar em adultério, tenha em mente que para o seu futuro público o homem que, conscientemente, trai a esposa será sempre o vilão, já a mulher que trai o marido, deve ser descrita como a vítima, retratando o marido como verdadeiro culpado pelo chifre que recebeu, nunca, em momento algum, inverta esta lógica, sob pena da sua novela ser um fracasso de audiência e a emissora ser obrigada a convocar um grupo de discussão para detectar os pontos fracos da história, o que não é um bom indício e se você estiver começando, certamente, é o início do seu fim, o Mário Prata (foto) que o diga.

Sobre os vilões, eles devem começar se dando bem e ir crescendo cada vez mais, praticando sempre muitas maldades, para ao final sofrer os piores castigos e humilhações, nunca se esqueça desta sequência. Para puní-los, você poderá reservar a morte, porém, este não é o melhor final para um vilão de novela, opte por condená-lo à prisão ou a um manicômio, este sim o destino ideal.

E agora, como última diretriz, escreva os capítulos de sua novela considerando que os seus telespectadores são muito estúpidos, preguiçosos e sonhadores, assim a sua história poderá ser assistida tanto pelo mais prestigiado cientista, quanto pelo sujeito mais idiota do país, o que gerará grande audiência e sua carreira estará "condenada" a brilhar.

O que achou? Viu só como é fácil? Eu penso que qualquer criança semi-alfabetizada consegue ser um grande autor de novelas, por isso eu já estou me articulando para passar a integrar o time de autores da Globo (ou da Record, que dá na mesma).

19 comentários:

catatau disse...

deve ser fácil mesmo. o problema é que precisa de indicação, hehe

rosa disse...

Acho que sou de outro planeta, detesto novelas, bater perna em shopping, cabeleireio e afins. Mas que essas novelinhas é um chute na canela isso são. A escritor de novela precisa fazer testo do sofa com o diretor? (rsssss)

Terrorista disse...

NICE*

Marcio Pimenta disse...

Dias Gomes, ops! Omar,

Indiquei teu blog para 2 prêmios na blogsfera.

Abraços!

Omar disse...

Catatau

Precisa de indicação é? Então pelo jeito não vai rolar. rs

Rosa

Você detesta novela, shopping, cabelereiro, etc?? Você tem razão! Mulher que não gosta de nada disso, da Terra não deve ser.hahaha...
Sobre o teste do sofá, se for com A diretorA, até dá para pensar. rs

Marcio

Valeu pela indicação, essas indicações são bem gratificantes para mim.

Fábio C. Martins disse...

HAUhUAh...
Realmente, escrever uma novela não requer prática nem experiência. Estou torcendo pelo teu sucesso.

Abraços

Lívia disse...

Muito bom o blog. Parabéns.

Concordo em partes com o seu texto... Realmente é grande o número de clichês na TV hoje em dia. Mas acho que não é certo generalizar... Sou escritora e só mesmo quem é escritor sabe o quanto é complicado manter uma história do início ao fim com centenas de capítulos.

Escrever exije sim muita prática e, principalmente, profissionalismo e a culpa dos roteiros de pouca qualidade hoje em dia não é dos roteiristas e sim da TV brasileira que só cresce nas audiências com tramas de pouca qualidade... Infelizmente esse é o nosso país.

Mais uma vez parabéns pelo blog.

Osmarilda da Silva Sousa disse...

espero resposta dessa mensagem pois tenho uma historia de 44anos de uma vida real sobre mim onde no seu conteudo tem tentativa de assasinato,piscopatia,amor,traição,odio,
maldições.
e c/testemunhos de pessoas que provam essa realidade que aconteceu neste percurso de
minha vida,ainda acredito que depois de tantos transtornos tenho condições pisicologicas de ser feliz no amor aguardo ansiosamente uma resposta.

Anderson disse...

Concordo com vc, nao é nada de extraordinario escrever uma novela. Nao sei nem por q os autores se consideram intelectuais( observem Manuel Carlos ). Bem, o fato é, tenho 15 novelas escrista e nem uma produzida. Uma vez mandei uma sinopse para Record sobre uma novela Brasil-Africa, algum tempo depois Record anucia uma novela coo-produçao Brasil-Africa. Bem como diz Lady Kate: " Talento eu tenho, so me falta o glamour" e olha q so tenho o primeiro grau completo.

Lene disse...

Estou lendo seu blog hoje. Sorte minha.Achei muito correto tudo que voce escreveu.Agora sei porque minhas estórias nunca poderiam fazer sucesso no Brasil.

Anônimo disse...

Achei legal o seu blog...mas assim como a lívia, concordo em parte com vc!
na minha opnião,as inovações são sim ingredientes de sucesso para uma novela, mas realmente muitas vezes esse padrão novelistico é o que chama a atenção dos telespectadores.
Eu acredito que uma mistura desses ingredientes podem compor uma boa novela. um pouco do padrão e um pouco da inovação!

Parabéns pelo blog e como eu gosto bastante do assunto, não podia deixar de comentar, afinal, tbm escrevo as minhas "novelas"!

Diogo disse...

olha escrever uma novela é fácil,estou escrevendo a minha primeira.O problema é que o nosso maior sonho é o mais difícil que é divulgá-las!!!Acho que inovação é sempre bom numa trama,pois as pessoas já não aguentam mais as mesmas coisas que passa na tv.Queria fazer uma pergunta,como faço para mandar minha sinopse para uma emissora de tv?Ex:Globo,Record...

Anônimo disse...

Paulo Frazao

Tenho uma história novelística jamais exibida por nenhuma emissora de televisão, é audiência garantida, porém uma história super polêmica que requer muitas reuniões para verificar o que realmente poderemos colocar no ar.
Estou começando a sinopse a pouco tempo, porém não tenho problemas em fazê-la em tempo real junto a aluns veteranos.

Se alguem estiver curiosidade entre em contato comigo
paulo_frazao@hotmail.com

Estou disposto a ir adiante, tenho a plena certeza que pela primeira vez um maranhense mais uma vez ira de distacar, dessa vez de maneira mais eficiente e justa.

Anônimo disse...

o mau das novelas é que não dão exemplos para os telespectadores, as novalas estão cada vez mas idiotas assim como tb os que as assiste, escrever é facil o dificil e sêr inteligente, discordo de vc quando fala... não faça nada de novo. são frases destas e comportamento iguais a esse que acabarão com a tele novela brasileira,

MAS... O QUE UMA NOVELA DEVERIA TER.?
Bom deveria ter familias felizes, dar lições de vida, instruir as pessoas dos males que as atormenta, e ser pratica em fazer tudo isso, veja o exemplo:

> uma familia que vivia felis mãe pai 2 filhos, e em contraste uma outra familia que vivia na degradação total, mas a pergunta o que essas duas familias tinham de comum? as duas éram pobres. de um lado um pai lutador que é capas de fazer qualquer coisa pelos seus dois filhos,mas que é muito ocupado e do outro um pai que so pensa em si mesmo,mas que ao mesmo tempo tem tempo de spbra sendo que o usa bem,e sendo assim esses filhos se emcontram por acaso e depois de um tempo fixão uma amisade sem preconceito e sem ipocrisia resovem dar um jeito nos pais, dai como muita inocencia e simplicidade fazem com que todos saiam ganhando, mas que seria o vilão dessa historia? seria o mero acaso regado por pobresa dificuldades, mas eles teriam de um lado e do outro a humildade regada a conformidade, amor luta vencer desafios, isso que o povo deveria ver para que cressece e se tornasse um povo forte e inteligente mas não essas historias bobas que so ajudam o sistema a esmagar a pobre empregada domestica que ao chegar em casa assiste esse lixo televisivo e sonha sem aprender nada.

J. Jeneski disse...

Então Omar, temos algumas coisas em comum, a começar pelo time, eu sou como você torcedor do Atlético Paranaense, outra coisa é que sou muito fã da série Chaves, e Chapolin,
Sou Curitibano e quero trilhar o caminho de escritor, não penso nas dificuldades ou o quão distantes estão meu objetivos, claro que já rolou uma crise existencial, aquela coisa normal que quando queremos inspiração, começamos a questionar, e ai quanto mais respostas buscamos, mais dúvidas colhemos,
Tá aí, tu pensas em escrever novelas, eu já pensei nisso, mas sabe, acho que fazer um bom livro, ou tentar um roteiro inovador de alguma série ou filme seria fantástico, mas pra isso é aconselhável deixar o Brasil um pouco e mergulhar no que o mundo oferece a nós, mesmo que pela Internet, ah, em tempo quero parabenizar teu Blog, muito comunicativo e acolhedor. kkkkk

Vi que vc gosta quando comentam, então eu tive que contribuir.

Yuri disse...

Eu adoro escrever novelas, já escrevi duas webs pelas redes sociais e foram um sucesso. Como eu faço?

Gabriel Coêlho disse...

Eu escrevo uma novela faz um ano e eu posso garantir que seria um sucesso, ela envolve uma traição entre dois irmãos.

Anônimo disse...

Discordo completamente com todos!
Escrever novela exige muita inteligencia e estratégia para manter a audiencia.o brasil esta repleto de novelas lixo_a tendencia é piorar_e vcs estimulam ainda a qualquer porcaria entrar na tv!Certesa q vc e um desses brasileiros burros idiotas e fanqueiros q o brasil vergonhosamente tm!Vai se ferrar!

Prescila Alves Pereira disse...

Escrever não é o problema. O problema é ver a novela sendo rodada na tela. Sempre sonhei em escrever novela e como escritora já ganhei muitos prêmios. No entanto, até o momento, nada de conseguir ser escritora de novela. Pode ser fácil, mas creia, tem muita gente querendo ocupar esse posto.