sexta-feira, junho 09, 2006

Por que a maioria das pessoas é tão sem noção?

Momento diário... porque ninguém é de ferro né?

Não aguento mais isso! Vou ser sincero, eu acho que para todas as pessoas com quem eu já tive um mínimo de contato, sabem que o meu campo de atuação na área jurídica restringe-se ao crime e ao trabalho, as outras áreas, além de não saber muita coisa, eu não suporto! Mas mesmo assim as pessoas insistem em querer me perguntar sobre Direito Aduaneiro, ou ainda sobre Direito Agrário, por exemplo, ocorre que cada vez que alguém chega com uma pergunta dessas eu tenho vontade de sair correndo. Será que em todas as profissões acontece a mesma coisa? Será que um médico pediatra é frequentemente questionado sobre câncer da próstata, ou um engenheiro civil sobre engenharia cartográfica, ou ainda um professor de informática sobre algo relacionado à geografia? Não sei responder. Só sei que comigo isso acontece desde o momento que eu no vestibular, os vizinhos passaram a me parar na rua para perguntar sobre assuntos que eu não tinha a menor noção, e nas festinhas, velórios, ou qualquer outra ocasião onde a família era reunida, sempre tinha alguém querendo saber alguma coisa sobre Direito, situação que dura até hoje. No entanto, o mais incrível sobre isso, é que nenhuma dessas pessoas mais próximas, nunca me perguntam sobre direito penal, e sobre direito trabalhista perguntaram uma única vez!

Ontem o fato se repetiu. Estava em casa à noite ouvindo música, quando toca a campainha, era um vizinho, falei para ele entrar, nos cumprimentamos e ele foi logo perguntando:

- Omar, eu assino tv à cabo, e lá em casa é preciso ter dois pontos, se não o pau come! Só que a empresa me cobra por esse ponto extra. Ela pode fazer isso?

A minha vontade foi mandar ele à PQP, mas me segurei, afinal esse vizinho não deixa de ser um cliente em potencial, foi difícil, mas consegui, e com toda a calma que eu pude reunir naquele momento, me lembrei que ainda na faculdade, nas aulas de Direito do Consumidor, a professora havia comentado algo a respeito dessa questão, ela disse que esse tipo de cobrança é ilegal, pois viola o Código de Defesa do Consumidor, então eu dei uma enrolada básica dizendo que já existem decisões dos Tribunais no sentido de proibir tal cobrança, entre outras coisas para ele não perceber que eu não sabia quase nada do assunto, por fim lhe entreguei o cartão de um colega de faculdade que passou junto comigo no mesmo exame de Ordem.

Mas agora acho que descobri um jeito para que ninguém mais me consulte sobre outros assuntos, encomendei um carimbo, com o seguinte texto:

Somente fale comigo sobre Direito, se for Trabalhista ou Penal, caso queira saber alguma coisa sobre outra matéria, vá falar com o diabo nos quintos dos infernos!

Assim, todo dia de manhã antes de sair de casa, vou carimbar isso na minha testa e assim espero resolver este problema sério!

5 comentários:

Thiago "James" disse...

Ah, é normal isso... eu tbm, sou projetista eletrônico, longe de manutenção, mas sempre tem alguém que empurra um rádio ou uma tv pra consertar... o melhor é a cara de incrédulo do sujeito quando digo: "Olha, eu não sei consertar isso, não faço manutenção..."
Mas triste é se formar nisso (no meu caso, eletrônica) e usarem isto como argumento pra te mandarem consertar o chuveiro o trocar a lâmpada...

Nora Nowakowski disse...

east toward King George. The county At the same time, several neighbors saw incident Saturday and released. officials have seen a sharp decline in and state bans on the candies.

Caco disse...

É normal.

Dê uma opinião bem genérica sobre o assunto em questão e recomende um especialista. Fiz muito isto e, com o tempo, as pessoas vão se mancando.

A opinião genérica - seja de um advogado sobre assuntos da lei, de um projetista eletrônico sobre o chuveiro - será muito mais aprofundada do que a maioria dos mortais poderia dar.

Imagina eu - sou engenheiro químico, trabalho com produto alimentício (café solúvel, ainda por cima) e durante muito tempo trabalhei com engenharia de vendas. Vivia nestas confusões...

disse...

Isso tbém já me aconteceu várias vezes. Eu sou formada em Direito, mas ainda não passei no bendito exame da Ordem, e as pessoas vivem me perguntando coisas que eu não sei e que nem ao menos aprendí na faculdade de Direito.
Como eu estou estudando pra Concurso eu só respondo as dúvidas que estão dentro do edital que eu estudo. hehe
Questões trabalhistas, por exemplo, nem sei responder. Nem o básico do básico.
Gostei do seu blog!
Parabéns!
Um blog com conteúdo!
Abraços!

will.i.am disse...

cmg isso acontece mto tbm

só q eu n tenho paciencia.

falo logo q eesa n é a area q eu atuo e logo indico algum otro profissional!