quarta-feira, maio 23, 2007

Comentários X Acessos

Ao ler uma entrevista feita pelo Julio Moraes com o meu grande amigo blogueiro, Márcio Pimenta, uma resposta me chamou a atenção, se você estiver com tempo, dê uma lida, logo abaixo faço o meu comentário:

"JP: Você se preocupa com o volume de comentários e/ou visitas?
MP: Sim. Quem não se preocupa com esta questão acaba por fazer mal feito ou está mentindo. É importante que as pessoas comentem e nos dêem um retorno sobre o que foi escrito. Não que vá mudar a nossa idéia, mas pode chamar a atenção para algo que não havia percebido antes. Gosto muito dos elogios, mas sinto falta das críticas. O erro é colocar os números em primeiro lugar. Em primeiro lugar a qualidade daquilo que está sendo oferecido."

Visita é importante? Claro que é! Comentários são importantes? Claro que são! Quem cria um blog quer ter o retorno de quem o lê, dizer o contrário, como alguns blogueiros costumam dizer, é mentira. Se o sujeito escrevesse algo para ninguém ler, escreveria no Word ou num caderno guardado numa gaveta com chave e nunca o exporia a visitação pública. Seria contraditório isso.

Mas o que é melhor, muitas visitas ou muitos comentários? O Márcio entende que é melhor ter muitos comentários. Até porque não era caso, ele deixou de tocar em dois pontos de extrema relevância quando se trata da questão - em primeiro lugar, a espécie de comentários que são feitos. Eu penso que o ideal é ter comentários que, de uma forma ou de outra, podem servir como uma espécie de complemento ao post e isso pode ser feito até mesmo criticando o que foi dito.

O segundo ponto que ele não comentou referente à "dicotomia" visitas X comentários, é que esta relação também é muito influenciada pelo estilo do blog. Aqueles onde estão armazenados textos que exigem menor reflexão, poderão ter muitos acessos, mas poucos comentários ou se tiverem muitos comentários, serão daqueles tipos que tantas vezes já foram execrados por mim aqui. Blogs mais sérios, como o do Márcio, na maioria dos casos até podem ter um bom número de acessos, entretanto, salvo algumas exceções, não contam com muitos comentários e isso nem sempre é um mal sinal. Este tipo de blog exige do leitor maior grau de reflexão, isto por si deságua em comentários mais refinados, aqueles meros "marcadores de presença" que em última instância são os que engordam a lista, acabam por se auto-inibir.

Enfim, me referindo especificamente a este blog - que nem de longe pode ser equiparado aos do estilo do próprio Márcio ou do Catatau, por exemplo - eu penso que as visitas embora sejam muito importantes, nunca estarão acima dos comentários, dos bons comentários, que fique bem claro. Sendo assim, em relação à qualidade dos comentários que são feitos aqui, não tenho do que reclamar, mas outra hora eu volto para reclamar da quantidade.

14 comentários:

rosa disse...

Eu sempre venho aqui porque é um formador de opinião (risos), escreve bem, se não esta no nivel dos outros eu não sei, mas vou acabar verificando. mas espero que não va ao meu ai sim vou ficar roxa de vergonha pelas baboseiras que coloco la.
O blog é uma forma de prazer de se sentir olhado, alguns declarados outros não. At+

catatau disse...

assino embaixo: mais vale um bom comentário relevante, do que 10 comentários feitos apenas p marcar presença.

e aí vc toca em outra questão: blog não é perda de tempo, nos compromissamos com o que escrevemos, e criamos relações muito interessantes com nossos leitores, e com quem lemos, não é mesmo?

Marcio Pimenta disse...

Caro Omar,

Em primeiro lugar obrigado pelas referências. E também te considero um amigo que fiz nesta blogsfera e que espero um dia podermos sentar e beber umas caipirinhas.

Bom, enquanto isso não acontece, vou me extender um pouco mais sobre o assunto e dando um exemplo. Eu fiz um post outro dia sobre musicas infantis. Foi um sucesso. Muitos comentários, 99,9% deles interessantes. Alguns e-mails me dando sugestões. Resultado? Na sexta-feira seguinte novo post sobre o assunto, já com as reflexões após a leitura dos comentários incorporadas. Novo sucesso.

Acho que é isso que as pessoas não percebem. Alguns acreditam que, "ah, não vou comentar por que ele pensa como eu", ou "ah, não vou comentar por que outros irão fazer", etc... e assim perdem a excelente oportunidade de incentivar que o assunto tenha uma continuidade. Um e-mail que recebi sobre o assunto, certamente renderá uma entrevista bem legal e que jamais tive a idéia de fazer.

Abraços!

P.S.1: cometi o orkutsídio! :D
P.S.2: Você sumiu do MSN?

Omar disse...

Rosa

"O blog é uma forma de prazer de se sentir olhado"

Interessante isso! Há um tempo atrás eu falei sobre o motivo para se ter um blog e essa possibilidade não havia passado pela minha cabeça, mas você tem muita razão. É uma espécie de Big Brother internético.rsrs

Ah, e eu já fui no seu blog várias vezes, só não comentei pq o seu o blog é parcialmente bloqueado p/mim. E não vejo motivo para vc ficar envergonhada. rs

Catatau

Será que você poderia desenvolver mais essa sua opinião?

Márcio

Eu já tinha lido que você deletou o seu orkut no seu blog. Pq vc fez isso?
Sobre o meu sumiço, não sumi só do MSN, sumi do Orkut tb, e até do seu blog. Na realidade eu continuo lendo o seu blog, só não comento pq assim como o blog da Rosa o seu é parcialmente bloqueado p/ mim. No do Orkut e do msn eu resolvi não entrar mais no trabalho, só em casa, mas o problema é que eu estou sem computador em casa.

Abraço a todos

rosa disse...

Puts fiquei vermelha... Não sei como tirar esse bloqueio, na verdade não sei mexer direito (risos) mas vou dar uma mexida la.

Arthurius Maximus disse...

Também concordo. Com você e com o Marcio. Li a entrevista na íntegra, um dia desses, e fiquei fascinado pela mente dele.
Realmente, se não te interessa a opinião de ninguém, pra que fazer um blog?
Quanto aos comentários, odeio os do tipo "adoro seu blog e só...", "passei aqui me visita lá em ...." Acho que seria melhor que nem comentassem. O pior de tudo são aqueles: "Não li, mas adorei o blog." Por... Se meus blogs são basicamente só texto e o cara não leu, como pode ter adorado?
Acho que o pessoal tem muita preguiça e querem textos de duas ou três linhas com uma foto grande. Igual criancinhas de jardim de infância.
Fico contente quando vem comentários dando dicas, críticas bem colocadas e, por que não dizer, elogios. Acho melhor ter poucos comentários, porém de nível, do que ter 200 comentários que vc sabe que a pessoa nem leu o que vc tanto se esmerou para escrever.
Um abraço.

Diego Moretto disse...

Bom, não é nada relativo pra mim esta questão no meu blog. Claro que a gente se sente muito bem com os constantes elogios a nosso blog, mesmo que talvez sejam falsos. Mas gosto muito mais daqueles comentários discurssores, concordantes ou discordantes sobre determinado assunto. Quando discordam, é ainda mais legal, pois se ve a diversidade de gostos e tal.

Aliás é por isso que vim aqui. Bom, obrigadão pelo comentário, mesmo ele sendo discordante e mesmo eu ainda não concordando com o que disse Omar. O Estado colocar a recuperação do bandido à frente do bem-estar da população não é de forma alguma um ponto forte. É isso o q ele e a mídia vem fazendo com a figura do marginal. Acredito q seu comentário foi baseado na sua experiência como advogado. Bom, mesmo mantendo meu ponto de vista, respeito a sua opinião e se colocarmos em uma balança, vc se sai bem melhor, pois realmente seja uma divagação irreal a que fiz. Mas espero o tempo me dizer isso, tenho 19 anos ainda, mas acredito que não mudarei muito a minha opinião caso o Estado não se prontifique a um melhoramento neste sistema q envolve bandidos, policiais e sociedade. Achei condenável o que fizeram aquele assaltante em SP (post anterior), e fui muito criticado por isso, mas concordo com os comentários que diziam o quanto esta absurdo a impotencia do estado e da polícia, o que levou a tal bárbarie.

Bom caro amigo, seu comentário foi incrivel. Sabe que gosto pra caramba quando me visita no blog. Bom, foi mal a demora, morando sozinho agora e sem net....ta fogo, hehehe. Mas é isso. Obrigadão e volte sempre lá, abs!

catatau disse...

Caro Omar, para responder a tua pergunta, fico te devendo um post, ok?

abração,

Cássio Augusto disse...

Sabe... tbém respondi a esta entrevista no Júlio!!! hehe...

E tbém acho que os comentários são fundamentais...

Caco disse...

Acho que o número de acessos indica o quanto o assunto publicado é de interesse na blogsfera. Demonstra o quanto você pode estar antenado com tendências, movimentos e perspectivas. Isto é relativamente mais fácil de ser feito.

Provocar comentários dos leitores é outra coisa. A grande mágica de fazer o indivíduo expressar sua opinião a respeito do que foi escrito é muito mais difícil. Uma arte.

Dorian disse...

Omar,
Receber um comentário sobre o que se escreve, unzinho que seja, é muito gratificante, desde que seja aquele que demonstre que a pessoa dedicou tempo a leitura e captou a essência de sua idéia. O seu blog e o do Cássio são os que costumo visitar com frequência, pois possuem visões por vezes divergentes e por vezes complementares a minha, o que para mim é bastante enriquecedor.
Parabéns pelo blog e pelos textos.
Abs.

catatau disse...

lá está, Omar! ;)

Marcio Pimenta disse...

Caro Omar,

Pois é. Na verdade não saí por nenhum motivo "grave" hehehehe... apenas estava perdendo tempo demais com Orkut. Mas espero podermos conversar por MSN.

Abraços!

Tio Punk disse...

Meu blog é um belo exemplo de muitos acessos e poucos comentários,talvez por não se enquadrar nos "blogs intelectuais".Acho que muita gente ler, mas não comenta pra não assumir.
Quanto ao seu comentário no meu blog, não sou fã de novelas não viu? Hehehehe
Mas assisto por tabela,lá em casa não tem jeito,minha mulher e minha filha são assíduas a novelas e revistas que acabo também "sem querer" folheando,na verdade de vez em quando me pego acessando algum site de fofocas.
Será que tô virando noveleiro?
Hehehehe